sábado, 2 de dezembro de 2017

EX MINISTRO DA DEFESA DO CANADÁ FALA SOBRE OVNIS E ETS


Numa entrevista ao canal de televisão RT, orientada pela pivot Sophie Shevardnadze, o ex Ministro da Defesa do Candá, Paul Helyer, revelou factos de seu conhecimento sobre OVNIS e várias raças de ETs, das quais uma viveria entre nós conhecida por Tall Whaites (brancos altos) e também por "louros nórdicos", que estariam trabalhando ou colaborando na base aérea secreta dos EUA no Nevada conhecida por NELLIS AFB, uma das maiores instalações militares do mundo.
 
Também falou de outras raças alienígenas, e uma particularmente mais conhecida por Greys, de baixa estatura, magros, de olhos grandes e cabeça oval que são os mais representados em vários sites de ovnilogia.
 
Das várias espécies referidas, Paul Helyer acredita que quase todas são benignas e benevolentes e querem nos ajudar, no entanto diz também que pode haver uma ou duas espécie que não tenham essa mesma intenção e pretendem apenas aproveitar-se do mal que os humanos criaram com a sua forma de civilização tirando partido da situação...
 
"Eles vêm de vários lugares e eu só conhecia aqueles que vinham das Plêiades e de Zeta Reticuli, entre vários outros sistemas estelares… mas nos últimos meses encontrei aqueles que me fizeram perceber que há alguns em nosso próprio sistema solar que vivem em Andromeda que é uma das luas de Saturno e que há outros em Vênus e alguns em Marte e que eles podem estar interagindo entre si"...
 
"Eu suspeito que eles fazem parte de uma “Federação” de seres com suas regras que é de não interferem nos nossos assuntos a menos que sejam convidados", diz Paul Helyer, concluindo ainda que "eles não querem dizer como devemos administrar nosso planeta, mas estão muito preocupados com o que fazemos nele destruindo nossas florestas, poluindo nossos rios lagos e oceanos", entre tantas outras coisas nefastas da nossa forma de Civilização que já afetou mais o planeta nas últimas décadas do que ao longo de milhares de anos de evolução, e os ETs sabem que esta humanidade já chegou ao limite de sua própria sustentação. Além disso cresce cada vez o perigo de uma Guerra Nuclear que os pode também afetar e intervirão se ela se vier a verificar.
 
O ex Ministro da Defesa do Canadá manifesta sobre isso uma grande preocupação pelo que sabe e teme que vários governos do mundo se unam contra eles para defender seus interesses comuns (politicos, económicos ou outros) contrários à preservação de vida na Terra e do futuro da Civilização. Paul Helyer faz por isso vários colóquios e entrevistas alertando para esta questão, lamentando porém que a imprensa não dê sobre este assunto maior atenção.
 
Por fim, Paul Helyer confessa que não tem medo dos ETs porque "eles estão anos luz à nossa frente e poderiamos aprender muitas coisas com eles" e se quisessem nos invadir ou 'colonizar' há muito que já o teriam feito. Infelizmente os EUA até começaram a desenvolver um plano militar chamado a "Guerra das Estrelas" para um eventual confronto com seres alienígenas como o demonstram nos filmes e jogos de computador para doutrinar as mentalidades dos jovens em vez de cultivar a Paz e Harmonia entre todos os Povos na Terra e as diversas Raças do Universo.
 
Por isso, concordo com Paul Helyer que diz ser a favor da revelação total do que se sabe a este respeito e ele está fazendo sua parte, como eu vou fazendo a minha e tantos outros estão trabalhando no mesmo sentido em prol da Humanidade e da convivência pacífica com seres de outros mundos além do nosso.
 
Rui M. Palmela

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

O VATICANO ADMITE A VIDA ALIENIGENA

 
 
 
O Vaticano sabe há muito da existência dos Extraterrestes e está preparando a melhor forma de falar sobre o assunto ao mundo católico sem criar confusão na mente dos fiéis e mostrar que o tema não é incompativel com a Religião.
 
Esta abertura da Igreja de Roma já tinha sido demonstrada numa entrevista publicada na Reuters em Maio de 2008 e também no jornal L' Osservatore Romano e para a BBC de Londres, revelando que o Vaticano admite a vida alienigena inteligente além da Terra, sabendo que o ocorrido em Fátíma no mês de Outubro de 1917 foi um acontecimento ufológico de grande significado em Portugal, além do próprio contacto de um ET com o Papa João XXIII em Jullho de 1961 nos jardins de Castel Gandolfo onde desceu um objeto luminoso de aspecto oval que emanava uma luz brilhante de coloração azul e âmbar do qual saiu um ser de aspecto humano cercado por uma aura dourada que travou com ele uma conversação. Este acontecimento faz parte dos inúmeros documentos secretos das caves do Vaticano.

 
O padre jesuita José Gabriel Funes, Director do Observatório Astronómico Specola Vaticana, afirmou mesmo que “Deus criou seres inteligentes em outros planetas do mesmo modo como criou o universo e os homens aqui na Terra" e que esses habitantes de outros mundos devem ser considerados "nossos irmãos", pois todos fazemos parte de uma mesma Familia Cósmica que está muito para além dos laços consaguíneos que mantemos com nossos familiares e dos diversos povos neste planeta que constituem a mesma raça humana.
 
Esta seria a melhor forma dos lideres politicos e religiosos reconhecerem que na verdade NÃO ESTAMOS SÓS NO UNIVERSO e deviam falar abertamente sobre esta realidade nada escondendo à Sociedade estabelecendo um plano de Paz e Confiança neste mundo que está prestes a sofrer uma grande transformação pelo estado a que chegou devido à nossa civilização que já causou mais dano em sua estrutura nas últimas décadas do que em milhares de ano de evolução. De tal modo, que chegou ao limite de sua própria sustentação e está chegando o momento de haver uma certa Intervenção, tal como fora prevista e anunciada para esta geração.
 
Porém, sabem os ETs do que os homens são capazes e por isso estão preparados para qualquer confronto não tolerando ameaças ou violência bélica sobre eles, tendo já demonstrado que podem imobilizar ou neutralizar armas atómicas e satélites no espaço impedindo qualquer acção hostil contra si. Tal como dizia o astronauta Edgar Mitchell, referindo-se aos ETs, "eles não tolerarão qualquer forma de violência militar na Terra ou no Espaço", concluindo apenas que os extraterrestres querem ajudar a humanidade e não invadi-la ou escravizá-la como fazem crer os teóricos da Conspiração ou os produtores de Holywood que fomentam o medo a seu respeito através de filmes de terror/ficção.
 
Pausa para reflexão!
Rui M. Palmela

terça-feira, 15 de agosto de 2017

SOMOS DESCENDENTES DE EXTRATERRESTES?


 

Os cientistas estão sugerindo que uma civilização alienígena avançada há milhões de anos teria implantado na Terra um código genético que daria origem aos primeiros seres humanos.

O físico Vladimir I. Shcherbak da Universidade Nacional do Cazaquistão e o astrobiólogo Maxim A. Makukov do Instituto Astrofísico Fesenkvo defendem esta tese com base em estudos efetuados pelo Projeto "SETI” biológico. Os cientistas acreditam pois que há um possível "sinal" inteligente ET dentro do código genético humano.

Makukov e Shcherbak afirmam que a vida em toda a galáxia pode ter sido desenvolvida por um processo arquetipico inteligente e não como resultado de processos aleatórios e nisso os Extraterrestes tiveram alguma influência fundamental...

Na verdade a própria Bíblia revela algo nesse sentido, porquanto está escrito, em Génesis 1:26 o seguinte: “ E Deus disse: Façamos o homem à nossa imagem, conforme nossa semelhança"... Ora, a quem se dirige Deus para criar o ser humano? Aos Elhoim, certamente, que são Seres de uma ordem evolutiva superior que há milhares de anos implantaram na Terra um código genético de vida inteligente que se desenvolveria até aos dias de hoje.

Portanto nosso ADN tem origens no ‘céu’ (no Cosmos) e na terra onde a parte física evoluiu dentro do reino animal para o estado hominal cujas descendências são extraterrestes. De resto parece ter havido depois um cruzamento genético de algumas raças alienígenas com os humanos, conforme está escrito no Génesis capitulo 6: 2 a 4, onde se lê:

"E aconteceu que, como os homens se começaram a multiplicar sobre a face da terra e lhes nasceram filhas; Viram os filhos de Deus que elas eram formosas e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram... e, quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens e delas geraram filhos, estes eram os valentes que houve na antiguidade, os varões de fama".

Quem julga, pois, que a vida inteligente se manifestou apenas neste planeta onde a criatura humana se julga a única e mais perfeita do Universo do qual fazemos parte? Pelo contrário, tudo indica que está chegando a hora de nossos 'progenitores' ou criadores virem de novo para fazerem uma certa 'Selecção', escolhendo os que evoluíram e se prepararam para fazer parte de uma Nova Civilização que surgirá após esta sofrer nos tempos que correm uma grande destruição no meio de catástrofes e calamidades nunca vistas e há muito previstas para esta geração. Os sinais dos tempos são evidentes e são já os próprios cientistas que alertam os governos do mundo falando de coisas que confirmam que afinal os profetas tinham razão!

Está na hora pois de haver neste planeta uma certa Intervenção antes que os homens se destruam uns aos outros com uma Guerra Nuclear que levaria todas as formas de vida na Terra à sua extinção! É preciso impedir que tal aconteça, antes que seja tarde, sem o que "nenhuma carne se salvaria"...

Pausa para reflexão!
Rui M. Palmela
 

OS MANUSCRITOS DO MAR MORTO



 
 
Considerado o maior achado do século XX, os Manuscritos do Mar Morto são um conjunto de textos com mais de 2000 anos escritos pelos Essénios que era um povo humilde de grandes conhecimentos, originário do Egipto, que formavam um grupo de Judeus que abandonaram as cidades e rumaram para o deserto, passando a viver em Qunram às margens do Mar Morto.

Os Essénios foram uma das três principais seitas religiosas da Palestina (Saduceus, Fariséus e Essénios) e acreditava-se que Jesus foi membro do grupo do norte que se concentrava ao redor do Monte Carmelo, como de resto o tinha sido seu primo João Baptista.
 
Os Manuscritos revelam coisas muito importantes que não fazem parte da Bíblia porque os escribas e fariseus eram contrários a Jesus e serviam mais os interesses dos Sacerdotes do Templo que o perseguiam tendo por isso sido omitidos muitos de seus ensinamentos depois da crucificação.
 
Os textos falam do Curandeirismo ou métodos naturais de cura e tratamento das doenças que hoje chamamos de Medicinas Alternativas, fala da importância do Vegetarianismo, fala da Reencarnação que era uma crença muito comum naquele tempo, fala da divisão justa das colheitas e riquezas entre o povo, fala da relação pacífica dos homens com os animais de que Jesus era o seu maior exemplo...
 
Enfim, muito se pode concluir deste grande achado arquelógico que durante dois milénios se encontrava numas cavernas junto ás margens do Mar Morto. Os papiros foram encontrados casualmente por um pastor beduino (Muhammad Did) que procurava uma de suas cabras desgarradas que se tinha perdido entre as rochas e certamente não foi por acaso que tal aconteceu, pois terá sido atraido àquele local onde se encontrava um grande ‘tesouro’ que se encontra actualmente guardado no Santuário do Livro do Museu de Israel em Jerusalém, tendo sido visitado pelo ex Presidente dos EUA Barack Obama na companhia do 1º MInistro de Israel Benjamim Netanyahu.



Os textos estão preservados do contacto com as pessoas e são de longe a versão mais antiga do Velho Testamento, datando de mil anos antes do texto original da Bíblia Hebraica usada pelos judeus.

Por fim, o Papa Bento XVI estabeleceu no dia 5-4-2007 uma relação entre Jesus e os Essénios na sua homilia na "Missa da Santa Ceia" realizada na basílica romana de S. João de Latrão, referindo-se aos Manuscritos de Qunram.      
 
 
Rui M. Palmela
 

sábado, 12 de agosto de 2017

SHAMBHALLA


 
Shambhalla, em sânscrito significa "lugar de paz", é uma localidade mítica, habitada por uma comunidade de seres perfeitos e semi-perfeitos que em silêncio e segredo são os guias da evolução da humanidade.
 
Segundo a lenda, somente os puros de coração podem viver em Shamballa. Ali desfrutam de completo bem estar e felicidade em uma existência sem sofrimento, sem angústia de desejos, sem doença ou velhice. Não há injustiças; as pessoas são belas e possuem faculdades psíquicas ou extra-sensoriais. São altamente avançadas sob todos os aspectos, do espiritual ao tecnológico, do artístico ao científico.
 
Os textos religiosos tibetanos descrevem a natureza física de Shambhalla com detalhes, com sua estrutura semelhante ao lótus de oito pétalas, onde oito regiões aparecem cercadas de montanhas. A capital é Kalapa. Os palácios são ornamentados com ouro, diamantes, corais e outras gemas preciosas. Cercado de picos recobertos de gelo, o conjunto, montanhas e palácios, são como uma jóia arquitetônica refletindo uma luz cristalina.
 
Uma tecnologia avançada é usada em Shambhalla; um palácio possui clarabóias que polarizam a luz e são como lentes de "telescópios" que servem também para estudar o Cosmos e a vida noutros mundos. Há milênios que os habitantes de Shambhalla usam veículos-naves que circulam nos subterrâneos através de um sistema complexo de túneis, alguns saindo para a superfície, tendo sido observados no céu em várias partes do Mundo.
 
Os Shambhallens possuem faculdades telepáticas e clarividência e o poder da levitação, podendo também projectar seu corpo astral para qualquer lugar, tendo a habilidade de se materializar ou desmaterializar perante o olhar comum dos humanos.
 
Nicholas Roerich, descreve Shamballah como estando "no meio de colossais montanhas perenemente nevadas, com vales luxuriantes e fontes de água quente”... Quanto ao seu acesso, Roerich refere que “nos contrafortes dos Himalaias existem muitas grutas que vão até grandes distâncias, sob o Kinchinjunga”, falando inclusive da “porta de pedra” mítica que nunca foi aberta porque ainda não chegou o tempo. Estas profundas passagens conduzem a Shambhalla – o vale maravilhoso".

         
 
Lama, fala-me de Shambhalla!
 
- Mas vocês, os ocidentais, não sabem nada de Shambhalla – nem desejam saber nada. Provavelmente perguntas só por curiosidade; e pronuncias esse nome sagrado em vão.
Lama, não pergunto por Shambhalla ao acaso. Em toda a parte as pessoas sabem desse símbolo, embora lhe dêem nomes diferentes...Todos sentimos como, sob símbolos secretos, um grande segredo se esconde. Verdadeiramente, o cientista ardente aspira a saber tudo sobre Kalachakra (ensinamentos de Buda).
 
- Poderá isso ser verdade quando alguns dos ocidentais profanam os nossos templos? Fumam dentro dos nossos santuários sagrados; não compreendem nem querem venerar a nossa fé e o nosso ensinamento. Ridicularizam e menosprezam os símbolos cujo significado não penetram. Se visitássemos os vossos templos, a nossa conduta seria completamente diferente, porque o vosso grande Bodhisattva, Issa (Jesus), é verdadeiramente um dos que foi exaltado. E nenhum de nós difamaria os ensinamentos da misericórdia e da rectidão.
 
Lama, só os muito ignorantes e estúpidos ridicularizariam os vossos ensinamentos… Porque é que acreditas que no ocidente não sabemos nada de Shambhalla?… Vês que estou a ler o Kalachakra. Sei que um espírito elevado, se estiver preparado e ouvir uma voz proclamando Kalagiya, é o chamamento de Shambhala. Sabemos que Tashi Lama visitou Shambhalla... Até sabemos a canção Mongol sobre Shambhalla. Quem sabe talvez até saibamos muitas coisas novas para ti.
O Lama estudou-nos com o seu olhar penetrante. Depois disse:
 
- A Grande Shambhalla está nos confins do oceano. É o poderoso domínio celeste. Não tem nada que ver com a nossa Terra. Como e porquê vocês, pessoas da terra, têm interesse nisso? Só em alguns lugares, no longínquo Norte, se podem ver os resplandecentes raios de Shambhalla.
 
Lama, conhecemos a grandeza de Shambhalla. E sabemos da realidade desse lugar indescritível. Mas também sabemos da realidade da Shambhala real. Sabemos como alguns altos Lamas foram a Shambhalla, como no seu caminho viram coisas habituais do mundo físico. Sabemos da história do Lama Buryat e de como ele foi acompanhado por uma passagem secreta… Mais ainda, nós mesmos vimos um posto numa fronteira branca uma das três vigias de Shambhalla. Por isso, não me fales só da Shambhalla celeste, fala-me também daquela da Terra; porque sabes, tão bem quanto eu, que a Shambhalla da terra está ligada à celeste. E nessa ligação os dois mundos se unem.
 
O Lama ficou em silêncio. 
 
- Vens do ocidente e no entanto trazes notícias de Shambhalla. Verdadeiramente assim é: Provavelmente o raio da torre de Rigden-jyepo chegou a todos os países. Tal como um diamante, brilha a luz da torre de Shambhala. Ele está lá - Rigden-jyepo, infatigável, sempre vigilante nas causas da humanidade. Os seus olhos nunca se fecham. E no seu espelho mágico ele vê todos os acontecimentos da Terra"... (in Shambhalla, de Nicholas Roerich)
 
Related Posts with Thumbnails